Liderança Criativa em Negócios Focados em Performance5 min read

“Um líder criativo induz outros a focar no processo e processar habilidades de acordo com seus desafios. Eles se tornam consultores ou facilitadores no processo de resolver desafios mais do que dar ordens ou fazer o trabalho por si mesmos. Transferindo a responsabilidade/propriedade, eles então ajudam os outros a atingir seus próprios objetivos. Esta habilidade de liderança criativa dificilmente se encaixa com a forma tradicional de gerenciamento a qual a maioria das organizações impoõe, mas elas podem ser aprendidas.

“Basadur, Min. “Leading Others to Think Innovatively Together: Creative Leadership.” The Leadership Quarterly 15.1 (2004): 103-21.

Baseado nessa citação, nós assumimos que a Liderança Criativa é baseada em um processo já existente, focando na forma única que as pessoas trabalham e como as ajudamos a ultrapassar barreiras e atingir o máximo do seu potencial a fim de atingir os objetivos.

O negócio que abraça a diversidade e valoriza a criatividade de cada um é mais capaz de se adaptar a mudanças do que aqueles que são restritos a suas formas de trabalhar e evitam a inovação. Enquanto somos criativos em um ambiente de mudanças, muitos de nós buscaremos por oportunidades e encontraremos novas e diferentes perspectivas que automaticamente nos ensinará novos temas.

Baseado em um estudo feito em 2010 pela IBM, o IBM Global CEO Study conclui que a criatividade era a maior qualidade para líderes, mas o mais impressionante era que as organizações em sua maioria promomivia os líderes que não praticavam a liderança criativa, e ao invés tinham aversão a riscos e mantinham o status quo. Na minha opinião, talvez porque é de nosso comportamento natural ter medo daquilo que é desconhecido e é sempre mais difícil realizar uma atividade nova ao qual não estos aconstumados a fazer.

Algumas características importantes para aplicar a Liderança Criativa:

  • Agir com paixão e propósito
  • Promover pensamento e design colaborativo e individual
  • Habilidade de ouvir e estilos de comunicação
  • Prover tempo e espaço para facilitar o prático
  • Estimular senso de urgência se necessário
  • Mostrar novas formas de pensamento e experiências
  • Abdicar do controle e orquestrar uma equipe criativa
  • Motivação de indivíduo e equipe
  • Visar um futuro melhor
  • Definir expectativas altas
  • Entender culturas diferentes
  • Dar forma a criatividade e como assumir riscos
  • Habilidade de gerenciar mudanças
  • Usar o erro como oportunidade de aprendizado
  • Ética pessoal

Podemos detalhar alguns dos pilares que são realmente importantes para aplicar estas características enquanto formando ou liderançando uma nova equipe.

Facilitar

Apoiar colaboradores ou indivíduos como principais criadores, influenciando sua contribuição criativa e moldando cada estágio do processo criativo, desta forma trabalhando para limpar o caminho através da eliminação de barreiras e encorajando a criatividade enquanto resolvemos problemas ou chegamos a novas solução.

Direção

Contribuição e colaboração de outros, como um maestro em uma orquestra, provendo visão e direção aos músicos para trazer sua melhor contribuição. Tendo a visão clara do que está acontecendo em todas áreas, faz com que você possa guiar cada pessoa baseada em sua principal entrega e objetivo.

Integração

Habilidade de integrar ou sintetizar um alto nível de idéias de diversos indivíduos, de uma forma que cada um deles recebam crédito pela sua distinta contribuição. Neste contexto, uma liderança de sucesso sintetiza outros inputs criativos e os unifica de forma uma única, comum e completa.

Saúde do Corpo e da Mente

Pessoas não são máquinas e não devem ser tratadas como uma, nós devemos respeitar o tempo, espaço e limite de cada indivíduo. Ter um bom senso de liderança implica em entender como cada pessoa está se sentindo, encorajar-las a ter um bom equilíbrio entre a vida pessoal e profissional e claro mostrar-las como é importante ter refeições nutritivas. Desta maneira as pessoas serão capazes de ser mais criativas e ter melhor performance.

Podemos pensar que a maioria destas práticas são difíceis de performar ou porque não temos uma equipe oficialmente ou porque no lugar onde trabalhamos o maior foco são os indicadores de performance (KPI) e que não prestam atenção ou valorizam isso.

Minha sugestão é aplicar estas práticas o máximo possível em todas as oportunidades disponíveis, por exemplo se você não possui uma equipe, tente motivar aqueles à sua volta, dê a eles liberdade para pensar e os encoraje a trazer novas idéias e soluções para os projetos.

Caso faça parte de um negócio que valorize a liderança baseada em KPIs e não em criatividade, a melhor forma é usar os KPIs como uma referencia de como a Liderança Criativa pode fazer a diferença e ao mesmo tempo guiando a equipe a abraçar todas as suas boas práticas. Desta forma os KPIs que são o foco do negócio deveria ser apenas um resultado baseado em todos os esforços feitos durante o processo de liderança criativa, com isso o resultado poderá satisfazer todas as partes desde o principal stakeholder do negócio até os membros da equipe com quem trabalha.

Post inspirado nos seguintes conteúdos:

Creative Leadership – Wikipedia

What is Creative Leadership – Thnk.org

Using Creative Leadership Skills to Lead Teams Effectively – Stratx

Share
Tagged : / / / /